Buzzy Brasil

Buzzy™ para Controle da Dor


O Buzzy™ é indicado para o controle de dores causadas pela injeção, flebotomia e procedimentos intra venosos, farpas, picadas, pontos-gatilho miofasciais, lesões e dores musculares, tensão muscular. O Buzzy™ tem auxiliado pacientes em diversos tratamentos como por exemplo psoríase, diabetes, fertilização in vitro, artrites, Doença de Crohn, entre outros.

Tratamento da Dor

O alívio de dor tornou-se um dos principais focos de profissionais médicos nos últimos anos. O uso de anestésicos tópicos e o procedimento da distração, que são procedimentos comprovados para diminuir a angústia da dor, foram amplamente usados em hospitais e clínicas médicas porém pouco difundidos para pessoas e pacientes que querem, por si mesmos, controlar os sintomas da dor.

Com o advento da Teoria do Portão, deu-se início de tratamento da dor por meio da distração que utiliza outras sensações ao cérebro e, dessa forma, distanciando o processamento da dor.

O Buzzy™ faz uso da Teoria do Portão na sua melhor forma. Para tal, alia os benefícios do gelo com a vibração em alta frequência. Juntas, essas técnicas não deixam uma memória negativa no paciente fazendo que procedimentos subsequentes sejam melhor tolerados.


A natureza da angústia processual

Stacks Image 994
Algumas pessoas aprenderam a tomar injeções sem medo e desenvolveram o sentimento de orgulho em se capaz de cuidar da sua saúde de forma efetiva. Porém, sabemos que nem sempre isso acontece.

Muitas crianças durante a fase da imunização, tem experiências traumáticas sentindo-se pressionadas e oprimidas durante esses procedimentos.

Essa experiência negativa gera o medo processual que nada mais é que a dor física, o medo e o foco no evento/procedimento. São esses os fatores que tornam uma criança em um adulto avesso a tratamentos com agulhas.

Saiba como administrar de forma positiva esses problemas:








DOR

A dor na pele é sentida quando a agulha toca pele. Principalmente por características genéticas (espessura da pelo) , algumas pessoas sentem mais dor que outras.

Várias opções para alívio dessa dor estão disponíveis no mercado. A mais conhecida são as pomadas anestésicas que atuam por um tempo determinado. As mais comuns tem uma preparação de 4% lidocaína envoltos em pequenas moléculas que são facilmente absorvidas pela pele.

Testes demonstram que essas pomadas tornam-se eficazes após 20-30 minutos após a sua aplicação. Para obter-se um melhor resultado, espalhe a pomada na área que sofrerá a picada (1cm) e cubra essa região com uma barreira médica de plástico bem fina.

Nesses casos, o Buzzy™ mostra-se muito mais eficaz. Um estudo apresentado na Conferência de Enfermagem de Urgência em 2015 ("Emergency Nurses Conference") demonstrou que o Buzzy™ além de causar um efeito anestésico equivalente as pomadas anestésicas, foi muito mais eficaz na questão do tempo do procedimento de pulsão venosa. Quando usado uma pomada anestésica a média de tempo foi de 40,5 minutos. Com o Buzzy™esse tempo caiu consideravelmente para 3,5 minutos.

Além disso, algumas pomadas anestésicas, que geralmente contém lidocaína e prilocaína, estão disponíveis apenas com prescrição médica e o alívio da dor começa após 60 minutos da sua aplicação. Para anestesias mais profundas (mais de 0,5 centímetro) o tempo aumenta para 3 horas. Além disso, causam vasoconstrição durante a primeira hora, por isso não são aconselhadas para procedimentos intravenosos.

Outro fator que pode aumentar a dor é a tensão muscular. Músculos tensos não se movem de um lado para o outro de modo que as fibras podem experimentar mais dor. O relaxamento muscular antes de um procedimento com agulhas pode diminuir de forma significativa a sensação da dor.

Stacks Image 5222
O uso da tecnologia CoolPuse™ usado pelo Buzzy™, dessensibiliza os nervos sensoriais na região onde você irá efetuar a picada da injeção.

Considere também que o gelo irá trazer uma sensação anestésica na pele onde o Buzzy™ está posicionado. Geralmente, 1 minuto com o Buzzy™ ativo é suficiente para a dessensibilização da maioria das áreas do corpo. Lembre-se que pacientes da terceira idade tem a pele mais espessa e, portanto, podem necessitar de um tempo um pouco maior.

Outras sensações também podem ser usadas para a diminuir a dor. Se você já bateu o cotovelo e o esfregou para diminuir a dor você é conhecedor dessa técnica.

Colocar outras sensações entre o local da dor e o cérebro diminuem a sensação da dor em si.

Na foto acima, vemos como os nervos "correm" no nosso corpo. Basta identificar o local da dor e coçar, esfregar ou colocar algo gelado entre esse local e o seu cérebro que a dor irá diminuir.

Estes métodos utilizam técnicas que cientistas chamam de Teoria do Portão que são sensações nervosas de vibração ou gelo para fechar o "portão" da dor.

O Buzzy™ aliou a vibração em alta frequência com o gelo e por isso é tão eficaz para a diminuição da dor.



MEDO

A dor nos alerta para ameaças ao nosso corpo. E é por isso que a dor "afilia-se" a sensação de medo. Portanto, para tornar os procedimentos médicos menos doloroso é de extra importância diminuirmos o medo tanto relacionado à agulha como ao procedimento em si.

Qualquer procedimento médico cria uma expectativa no paciente e altera a forma que ele irá abordar essa sensação em eventos futuros. Não é de se estranhar que a maioria das pessoas têm medo de agulhas. A memória de um momento desagradável aos 4-5 anos rapidamente é acessada. Isso porque a memória verbal e os medos concretos estabelecidos naquele momento foram tão elevados que fazem parte da integridade corporal do paciente.

Várias técnicas são usadas para a diminuição do medo e, consequentemente, da dor. Técnicas de comunicação, diminuição do estresse, encorajamento e mudança de foco são amplamente estudadas e usadas em hospitais e clínicas médicas.

Caso você ou seus filhos tenham medo excessivo de tratamentos com agulhas, converse com o seu médico ou enfermeiro exatamente que procedimento ele irá adotar e relate ao profissional qual deles tem melhor resultado.

Nos casos de pacientes infantis procedimentos que resultam em algum prêmio diminuem a ansiedade e o foco no procedimento. Coleção de adesivos com mensagens positivistas ou a criança ganha um prêmio especial após o tratamento com 5 injeções é um incentivo para a continuidade do tratamento e, também, para a diminuição da ansiedade e da dor.

Nesses casos, mostre o Buzzy™ para a criança momentos antes do procedimento. Deixe-a brincar com o aparelho. Ligue o aparelho e mostre que, a partir de agora, a sensação que ela irá perceber é a da cócega. Quanto mais familiarizada com o Buzzy™, melhor será o resultado!



FOCO

Stacks Image 5310
A distração carrega o componente de processamento da dor para outros lugares. Estudos realizados com os cartões DistrACTION™ mostrou diminuição de forma drástica a sensação da dor em pacientes pediátricos.

Em estudo realizado pela MMJ Labs, quando as crianças foram questionadas quantos macacos tinham no poster, qual era a cor da cama e quantos macacos tinham 3 dedos, a sensação da dor reduziu pela metade e 97% delas relataram que essa experiência foi melhor que a anterior.

Outro método eficaz, usado em pacientes de todas as idades, é mostrar que o paciente tem o controle da situação.

Uma das formas de avaliar cada procedimento e a dor sentida é usando a escala das faces de dor.

Avalie seus pacientes com as técnicas que você utiliza atualmente e repita o teste usando o Buzzy™. Você irá se surpreender com o resultado!



Teoria do Portão

O Buzzy™ usa como base a Teoria do Portão ("Gate Control") para controle da dor. Essa teoria constata que ao confundir os nervos do corpo acontece uma distração em outras regiões inclusive na que está a dor. Os nervos detectam as sensações de temperatura (fibras C) e/ou vibração (fibras beta A) unem-se na coluna vertebral para enviar essas mensagens ao cérebro. Dessa forma, quando o Buzzy™é colocado entre a região da dor e do cérebro o "portão" se fecha e o cérebro percebe a vibração e a sensação de frio. E não a dor.

Um exemplo prático dessa teoria é quando nos queimamos. Quando corremos para colocar a região lesionada na água fria além de interrompermos o crescimento da lesão, estimulamos os receptores de frio, trazendo uma sensação de conforto na região que sofreu a queimadura.



Stacks Image 9602
Stacks Image 9610
Stacks Image 9613
Stacks Image 9616